Você é feliz com o seu estilo?

felicidade e estilo

Quem tem estilo, com certeza, é mais feliz. E não estou falando, aqui, de moda, de roupa, ou de acessórios caros e de marca. Estou falando em essência, atitudes e valores. Ter estilo, senhores, é algo que transcende ter grana.

Mas como faz para chegar lá? Certamente, cada um tem uma trajetória, com dificuldades e facilidades que lhe serão particularmente inerentes. No entanto, no meu caminho, e talvez esta seja a colaboração que eu possa dar a você, dois fatores foram imprescindíveis.

Primeiro, é preciso se conhecer. Muito bem. Por um bom tempo, eu andei em umas “pilhas fracas” e achava que eu só teria estilo (e consequentemente seria feliz) quando tivesse a roupa mais cara e que chamasse muita atenção e que deixasse todos comentando. E pus isso na cabeça, sem me dar conta de que isso é comportamento que se esperava de mim (um cara que, além de ser gay, curte moda masculina). Hoje, enfim, mudei. Deixei o consumismo vazio (que era útil apenas para abafar minhas inseguranças) e descobri que sou um cara mais básico e que meu estilo, ainda bem, não custa caro como eu imaginava. Hoje, estou em uma nova fase. Estou maneirando no uso de produtos no cabelo e assumi que meu estilo é mais casual e que adoro um jeans.

Isso tudo só foi possível porque eu fui capaz de me ouvir, de prestar atenção no que realmente me faz bem. E no meio deste caminho eu entendi que não quero ser um escravo da ditadura gay e que por mais que eu estivesse tentando me encaixar, não estava dando certo. Não quero ser o que gastou mais em roupa, o que tem o corte de cabelo no salão mais top e o que ostenta acessórios e maquiagens caríssimas.

Eu quero ser eu mesmo. Eu quero que minha pele seja natural, com suas imperfeições e rugas, que meu sorriso não seja de plástico, nem falso, e não quero tirar selfies em cada boteco ou jantar que for. Não suporto nada disso. E, finalmente, estou livre para dizer isto.

Outra coisa muito importante na minha jornada foi descobrir as minhas referências. No mundo da moda, parece que apenas as grandes grifes vestem quem realmente tem estilo. Como só quem tem muita grana consegue esbanjar milhares de reais em uma camiseta, poucos seriam os estilosos.

Foi então que eu entendi que o meu estilo está muito mais ligado a caras como James Dean e Marlon Brando, que adoravam um look camiseta branca e jeans. Mas, então, o que faz deles ícones de estilo? A atitude, a maneira como o jeito de vestir deles queria simbolizar o que pensavam (e o que queriam dizer).

Eles foram ícones de uma época em que a juventude estava tomando o poder de transformação do mundo. Era hora de simplificar as coisas. E simplificar o jeito do homem vestir foi a grande colaboração que eles nos deram.

E assim foi que eu realmente comecei a entender onde está o meu estilo. Não foi uma caminhada muito fácil e nem óbvia, mas hoje posso dizer que, com certeza, sou mais estiloso e muito mais feliz.

Espero que você também tenha sucesso e encontre a sua maneira de ser quem você realmente quer ser.

Você vai curtir também:
O que você precisa para construir o seu estilo
Passo a passo para ter mais atitude na hora de vestir
As lições que todo homem aprende quando deixa seus sonhos de lado
O estilo de Adam Levine
Claudio Marchisio: todo estilo e criatividade do homem italiano
Cortes de cabelo: as tendências da Fashion Rio
Cortes de cabelo: as tendências da SPFW

Anúncios

There are 4 comments

  1. joaomendesz

    CARA, que post PERFEITO, Definitivamente estou em duvida sobre meu estilo, eu não diria duvida na verdade, mas sim falta de dinheiro para mente-lo sabe? bem quem sabe no futuro eu não venha fazer publicações iguais em meu blog e consiga um bom dinheiro para mante-lo haha. otimo post abraço. se quiser pareceria estou aqui com meu blog “galurban”

    1. suspensoriomasculino

      Oi, João, obrigado pelo contato. Tenha em mente uma coisa: estilo não tem a ver com grana. Tem a ver com ser fiel à sua essência. Tenho certeza que se tu tiver bem claro o que tu quer ser e o que tu quer comunicar para os outros, terá condições de ser super estiloso. Na opinião, roupa cara e de grife não tem nada a ver com estilo, tem a ver com insegurança e necessidade de ostentar. Seja fiel a você mesmo e você será super feliz! Abraço,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s