As seis cidades mais criativas e sustentáveis do mundo

Sustentabilidade é prima-irmã da criatividade. Para implementar políticas que realmente deixem as pessoas felizes e saudáveis, cidades do mundo inteiro têm criado projetos inovadores que impactam na qualidade de vida de todos. Seis cidades se destacam neste sentido e servem de inspiração para que criemos cidades mais humanas. Confira:


Berlim (Alemanha)
01 _ Berlim _ Alemanha

Para um empreendedor que quer tornar seu negócio sustentável rentável, é fundamental estar atento ao que acontece na Alemanha. É ali que o mercado sustentável ostenta os maiores índices de crescimento no mundo todo. Para se ter uma ideia, o país é campeão em consumo de orgânicos no mundo, o que demonstra o quanto eles estão dispostos a investir em novas tecnologias, além disso os cursos acadêmicos voltados para a área mais importantes no mundo ficam na Alemanha (#ficaadica #elesfalaminglês).

Um dos principais pontos turísticos europeus, Berlim está cada vez mais internacional e possui uma infraestrutura exemplar. Cerca de 35% do seu lixo é reciclado e o índice de perda do sistema de abastecimento de água é de apenas 5.2%. A quantidade de energia solar captada abastece 8 milhões de residências. Em 1990, a cidade lançou o desafiou de reduzir em 25% a emissão de CO2 até 2010. O resultado foi atingido com folga e agora eles vão diminuição mais 40% até 2020. Alguma dúvida de que eles conseguirão?


Helsinque (Finlândia)
02 _ Helsinque _ Finlândia

A capital da Finlândia é uma das cidades mais sustentáveis do mundo, mesmo concentrando um terço de todo o PIB do país. Isto acontece porque eles têm uma política ambiental de longo prazo. Desde 1995, eles protegem e desenvolvem florestas urbanas públicas, facilitando o planejamento de construções privadas e diminuindo os conflitos por espaço.

A cidade, com 600 mil habitantes, está implantando desde 2012 um sistema de transporte público arrojado. A ideia é que não existam mais trajetos estabelecidos. Você estará na rua, acessa seu celular, diz onde está e para onde quer ir e em alguns minutos uma espécie de micro-ônibus o apanha onde você esteja e o leva onde você quiser por um preço pré-estabelecido.


Malmo (Suécia)
03 _ Malmo _ Suécia

Malmo é a terceira maior cidade da Suécia. A cidade possui um alto padrão de qualidade de vida devido à infraestrutura construída em conjunto com a comunidade. Lá, quase não há congestionamentos pois os 425 quilômetros de ciclovias são a preferência da população.

O município recicla 96% do lixo coletado e os resíduos orgânicos são reaproveitados para a fabricação de biocombustíveis que, juntamente com a energia hidrelétrica, solar e eólica, alimenta uma comunidade que utiliza 100% de energia limpa. O que realmente encanta os visitantes, porém, são os parques, sempre repletos de eventos que permitem aos moradores viverem a cidade de verdade, sem medo de sair às ruas.


Portland (Estados Unidos)
04 _ Portland _ Estados Unidos

Portland é um ponto fora da curva consumista americana. Ela foi a primeira cidade dos Estados Unidos a aprovar um plano para reduzir as emissões de dióxido de carbono e tem promovido sistematicamente a construção de prédios verdes. Para conservar as áreas vegetativas, foi estabelecido um limite para o avanço da urbanização da cidade, que conta com 92 mil hectares de área verde e mais de 300 quilômetros de ciclovias.

Todas estas inciativas foram amplamente abraçadas pela população. Dados oficiais apontam que cerca de 40% de sua população utiliza ou a bicicleta ou o transporte coletivo para ir ao trabalho, além de participar ativamente do processo de entrega de material para os centros de compostagem. Hoje, metade da energia utilizada pela cidade é obtida a partir de fontes limpas.


Reykjavík (Islândia)
05 _ Reykjavík _ Islândia

A capital da Islândia é considerada a cidade mais sustentável do mundo. Tanto é assim que a cidade atrai turistas devido à pureza do ar. A cidade é 100% abastecida por energia limpa e de baixo custo. O sistema de transporte coletivo, e uma parte da frota particular, opera com veículos “verdes” que utilizam hidrogênio como combustível. O país está investindo pesado nessa tecnologia e pretende se tornar uma “economia do hidrogênio” nas próximas décadas. Para isto, uma série de centros acadêmicos e de inciativas empresarias estão estabelecendo parcerias para garantir o avanço desta tecnologia sustentável.


Vancouver (Canadá)
06 _ Vancouver _ Canadá

Vancouver tem uma ambição: conquistar o título de cidade mais sustentável do mundo até 2020, quando neutralizar todas as suas emissões de carbono. O município já conta com mais de 200 parques e pelo menos 90% da energia utilizada provém de fontes renováveis.

Os moradores, claro, fazem sua parte. Estima-se que aproximadamente 50% das viagens dentro da cidade são feitas sem carro por opção deles. Políticas públicas incentivam o uso da bicicleta e todas as avenidas possuem ciclovias. Além disso, há o programa de compartilhamento de carros híbridos, que tem espaço reservado nos estacionamentos públicos. Vancouver possui ainda um serviço de compostagem que capta todo o lixo orgânico produzido. O material é utilizado nas áreas públicas e o restante é repassado para os agricultores.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s