Hugh Holland: o cara que colocou o estilo skatista para sempre em nossas vidas

Hugh Holland nunca criou uma peça de roupa na vida. No entanto, ele é um dos principais responsáveis por tornar o skate uma referência em estilo mesmo para quem nunca praticou o esporte.

11 _ Hugh Holland

21 _ Hugh Holland _ Hangin' in Balboa

Esta imagem é conhecida como Hangin’ in Balboa e é a preferida de Hugh

Foi entre 1975 e 1978 que o jovem fotógrafo se deu conta do surgimento de uma nova sensação entre os garotos californianos: justamente o skate. Encantado com as acrobacias que eles conseguiam fazer começou a acompanhá-los e a clicá-los. Foi apenas alguns anos depois de o material ser revelado que Holland se deu conta de que fora testemunha do nascimento de um fenômeno mundial e que mudou o comportamento de uma geração.

20 _ Hugh Holland

As imagens de Holland são o retrato da espontaneidade daqueles jovens naquele momento. Seus cabelos longos, seus corpos bronzeados e suas roupas folgadas marcaram um estilo de vida que hoje se desdobram em coleções que alimentam guarda-roupa do mais “mauricinho” dos seres.

19 _ Hugh Holland

Um aspecto curioso é que nessa época o skate era praticado dentro das piscinas de mansões vazias. Os rapazes invadiam as casas e sempre precisavam fugir da polícia, que chegavam para acabar com a festa…

O skate serviu para situar os jovens do período dentro de uma realidade delicada. As cidades estavam crescendo, mudando e reduzindo os espaços de expressão para essa galera. A saída foi encontrar um esporte onde pudessem reunir os amigos, expressar inconformidade e circular com mais facilidade pela selva de pedras que se erguia.

Consciente do potencial comercial do esporte, a indústria tratou de abraçá-lo como a um velho conhecido de quem quer se usurpar algo. E consegui. Logo, organizaram-se campeonatos, criaram-se cotas monumentais de patrocínio e a espontaneidade acabou. O que era diversão virou negócio e Holland, consciente de que não queria acompanhar esse “processo de decadência” abandonou o skate.

Hoje ele segue com seu trabalho na Califórnia, onde ainda trabalha. Recentemente editou um livro chamado Locals only, em que apresenta as imagens de um tempo do qual sente saudade.

Confira algumas das imagens clássicas de Holland:

Se você curte o estilo skatista, aconselho que você assista ao filme Lords Of Dogtown (Os Reis de Dogtown). Abaixo o trailer (que tem uma trilha sonora muito afudê):

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s