Um passeio pelas mudanças do corpo (e do estilo) do homem de ontem (nossos pais) e do de hoje (nós)

Continuo cobrindo o evento aqui do Rio. Ele é voltado para a segurança pública internacional. Então, vi homens fardados a semana toda. De generais a recrutas. De asiáticos a europeus, de americanos a africanos. E ontem, no meio da correria, me dei conta de que havia considerações dignas de nota entre o estilo dos homens mais maduros e dos mais jovens que estavam lá. Sei que há muita gente insatisfeita com seu estilo e espero que relevem essa questão nesse texto. Vamos tratar aqui do que é fantasiado como sendo o ideal que todos perseguem.

01

Em primeiro lugar, constatei, pela milionésima vez, que esse discurssinho frouxo de que homem não é vaidoso é balela. Justamente no espaço onde há maior rigidez de regras, onde masculinidade e virilidade são pré-requisitos básicos, os homens são mais vaidosos.

As fardas são sempre irretocáveis. O corte de cabelo idem. Não encontrei entre recrutas e generais ninguém com um corte de cabelo mal feito. Todos impecáveis. A barba, aparada ou maior, parece o cartão de visita deles. Me surpreendeu a quantidade de jovens usando bigodes elaboradíssimos e super cuidados. E o que falar dos sapatos? É possível usá-los como espelho para ajeitar os topetes.

Dois aspectos me chamaram a atenção especialmente nos mais jovens. Primeiro, a forma física. Eles parecem criados a Todinho (sem o efeito, digamos, danoso da soda cáustica). Corpos bem esculpidos graças a horas de dedicação nas academias e alimentação (e suplementação) especial são comuns entre eles. Além disso, as tatuagens grandes estão cada vez mais comuns e começam a aparecer com mais evidência por trás dos uniformes.

Nos mais maduros, o principal que pude perceber é algo já batido, mas cada vez mais evidente: a busca pela eterna juventude. Os mais velhos tentam, dentro de suas possibilidades, imitar a onda da gurizada, embora nenhum deles vá confessar isso a você. Cabelos discretamente tingidos e com cortes mais elaborados é o que há. Todos fazendo dieta especial para não ganhar peso e usando MUITO perfume, que é para garantir que serão notá-los. Além, é claro, dos acessórios exagerados e vistosos como os anelões e relógios de grife para exibir orgulhosamente um poder aquisitivo maior.

A bem da verdade, saio desse evento, que não tem nada a ver com moda, sacando muito mais sobre estilo masculino e as maneiras como ele cria artimanhas para se expressar. Todos fazem. E disfarçam que não fazem. Esse é o truque (que me cansa): faz-se de uma maneira que ninguém possa “acusá-lo” de vaidoso. Os mais jovens vem mais liberais e tentam mostrar na forma física que são “muito homens”, mesmo que vaidosos. É um avanço? Relativizando, é, mas mantém práticas viciadase não acaba com ospreconceitos; O homem é homem e ponto, independente do que ele gosta, do que ele veste, de com quem ele transa…

No fim, acho que todos anseiam pelo dia em que poderão ser mais livres para cuidar dos próprios estilos e dos próprios corpos do jeito que bem entenderem. E pelo que pude perceber essa a coisa está mudando e ficando um pouco menos dissimulada. Por isso, apoio muito se você fizer a sua parte, se você continuar a se cuidar e não der bola para o que os outros pensam. Podem até falar de você, mas no fundo estarão lhe invejando por fazer aquilo que todos desejam.

UMA OBSERVAÇÃO:

Este é um post difícil de traduzir em imagens. Só me aproximei de resultados abaixo do que eu gostaria. Foi então que percebi que cada um de nós tem uma imagem mental para este post. E a minha missão era impossível mesmo.

Aí, fiquei pensando nas fotos do meu pai quando era mais jovem. Temos os mesmos traços físicos e ele sempre foi, dentro do que se permite, um cara vaidoso. Eu, porque vi o exemplo dele, hoje posso escrever esse blog.

Então, decidi colocar a imagem que vocês podem ver agora. São dois modelos que não conheço e que são mais velhos do que eu e meu pai, mas que traduzem um pouco desse sentimento. Somos imitadores de nossos pais. E isso é bom, se pudermos avançar.

Abs,

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s