Daniel Craig: o amadurecimento de um estilo pessoal

Ontem, convenci meu namorado a assistir a um filme que adoro (não foi uma luta muito grande): Sylvia (ou Sylvia: Paixão além das palavras, em português). Ele conta a história e a obsessão da vida de Sylvia Plath, uma das grandes poetisas norte-americanas de todos os tempos.

Craig atuando em Sylvia (2003)

Craig atuando em Sylvia (2003)

A produção é de 2003 e quem faz par com Gwyneth Paltrow (divina!) é ninguém menos do hoje James Bond, Daniel Craig (igualmente em grande atuação).

É muito interessante perceber a mutação desse ator inglês que hoje, graças a sua exposição como intérprete do agente número um da Rainha, é um dos ícones de estilo para os homens.

Você curtirá também:
Justin Timberlake dá show de estilo no SNL
Ryan Gosling: um ator discreto
Os cortes de cabelo do (aposentado) Beckham
Mariano Di Vaio: o italiano que conquistou a moda masculina europeia
Adam Levine: estilo e simplicidade em harmonia

Craig, que há 10 anos tinha 35 anos de idade, se apresentava como um verdadeiro lord. Atualmente, ele se apresenta como um astro cinematográfico muito mais jovem (e viril) do que há época de “Sylvia”. Talvez por ossos do ofício, mas também por uma questão de amadurecimento, ele tem investido muito em um estilo de vida mais próximo ao que poderíamos chamar de um metrossexual.

Daniel, assim como muitos homens nesses últimos tempos, visivelmente tem dedicado mais tempo tanto para o cuidado com o corpo (ele está bem mais sarado em Skyfall), quanto à estética (percebam como mudou o cuidado com o cabelo, por exemplo). Além disso, talvez por ser muito mais conhecido e por ter se tornado garoto propaganda de grandes marcas, passou a fazer aparições com figurinos que reforçam essa imagem.

Craig e seu icônico James Bond

Craig e seu icônico James Bond

Você pode dizer que Craig só pode ter “mudado para melhor” porque tem muita grana e porque tem tempo para se cuidar. Essa pode ser uma boa desculpa. Mas desculpas só servem para que fiquemos acomodados no conforto de nossos esconderijos escuros. Ninguém precisa ser Daniel Craig para ser estiloso. Basta ser parecido com aquilo que sonhou para si mesmo. E para isso basta ir à luta.

Assista aos trailers do filmes e faça você mesmo a sua reflexão. E não deixe de compartilhá-la comigo. Abs,

Sylvia:

007 – Operação Skyfall

Confira a galeria com a retrospectiva da Daniel e a sua mudança de estilo ao longo dos anos:

Anúncios

There are 9 comments

    1. suspensoriomasculino

      Oi, Marta, eu acredito que ele chegou nesse patamar porque se deu a liberdade de experimentar. Ele serve de exemplo para os homens em geral. Muitos se sentem ameaçados diante da possibilidade de ousar pois acreditam que isso poderia macular a sua masculinidade. O Craig é a prova viva de que, pelo contrário, é possível reforçar essa imagem com mais e mais estilo pessoal. O tempo passa, o Craig nitidamente envelhece, mas, assim como nós, a maioria das pessoas acreditam que ele está melhor. E isso acontece porque ele se sente assim e consegue nos passar isso através da imagem que construiu para si mesmo. Teus comentários são sempre fantásticos. Obrigado 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s