Neymar é um ícone de estilo brasileiro?

Neymar

Neymar posa para mais uma campanha de cuecas da Lupo

Neymar é um ídolo em todo o Brasil, um exemplo a ser seguido para quem acredita na equação “futebol + craque = grana”. Mas ser um ídolo não é garantia de que você será um sucesso publicitário, como é o caso dele. E você já se perguntou por que o jogador é tão requisitado para vender cuecas, perfumes, roupas…?

A resposta é complexa e há muitos fatores que contam nessa hora. Quero me deter em dois: primeiro, todo homem quer ser um super-herói e o Neymar é um herói brasileiro; segundo, todo homem quer ser pegador e o Neymar é hiper-sexualizado e gosta de espalhar isso para os quatro ventos.

O desejo de ser um super-herói persegue os homens durante toda a vida. A confusão começa ainda na infância, quando ele se dá conta de que na família há qualquer tipo de dificuldade e que ele não tem como fazer nada para ajudar a superá-la. É a primeira sensação de impotência que ele experimenta. Assim, vai buscar nas histórias sobre príncipes, guerreiros, homens com poderes sobrenaturais… uma inspiração para dar fim a todos os problemas. Não é à toa que 10 em cada 10 meninos se fantasiam com as roupas do seu super-herói favorito e começam a sair por aí matando inimigos imaginários.

Na adolescência, o universo do jovem se amplia e ele acredita que será capaz de mudar o mundo, mas seus heróis agora são outros, geralmente ícones pop contestadores (jamais os pais). Então, ele adota a indumentária dos seus novos ídolos. Na fase adulta as ilusões morrem, mas fica o uniforme do super-herói/ídolo. Todo homem, por mais que não (admita ser) seja vaidoso escolhe as roupas que valorizam o seu corpo, que o deixam viril, forte, pois essa é a missão do uniforme do herói: amedrontar os inimigos.

Neymar é um super-herói brasileiro que deu certo. Com o poder de hipnotizar a bola, mostrou-se um gênio, enriqueceu, tirou a família da pobreza e financia ações de caridade nas periferias do Brasil. Neymar é um herói e por esse motivo vende cuecas como ninguém.

O segundo ponto que torna o craque santista um ídolo com apelo comercial é a sua sexualidade exposta em todas as revistas e jornais do Brasil. Heterossexual, pegador, viril (até pai ele já é para comprovar tudo isso): essas características tranquilizam e inspiram o homem que quer imitar o estilo do Neymar. O brasileiro se sente confortável para copiar um cara com a reputação do jogador, pois isso evita que seus amigos tirem chacota dele por, por exemplo, fazer o mesmo corte de cabelo do craque.

O homem brasileiro, por suas características culturais, irá sempre esperar que um ícone ou um formador de opinião insira um novo modismo para, somente depois disso, passar a usá-lo também. É uma maneira de burlar as rígidas regras do comportamento esperado de um homem sem virar alvo de críticas. E é também por isso que o Neymar, com toda sua potência sexual, é um excelente vendedor de cuecas (não, senhores, não é mera coincidência chamarem um cara “potente” para vender peças íntimas masculinas pois, de certa forma, isso “garante” a quem comprar aquela cueca o mesmo “desempenho” do garoto-propaganda).

O jogador do Santos é um jogador de talento inestimável e esse fator foi a principal liga para a construção da sua imagem pública. Para se ter uma ideia do quanto a imagem dele rende em mídia nos dias atuais ele deve receber em torno de R$ 2,5 milhões pela campanha que fez para o perfume Drakkar Noir, da grife francesa Guy Laroche, que estreará em março. Para fechar contrato, além do cachê o craque exigiu que a Laroche desembolsasse uma grande quantia para um projeto social que atende jovens carentes no Rio.

Craque santista posa para a campanha do perfume Drakkar Noir, da Laroche

Craque santista posa para a campanha do perfume Drakkar Noir, da Laroche

Neymar, além disso tudo, é o símbolo de um novo Brasil. Ele representa, com seus 21 anos, uma juventude que nasceu no período democrático e em uma época de estabilidade financeira, iniciada por Fernando Henrique Cardoso e aprofundada por Lula e Dilma. Então, apesar de ter o grave problema da ostentação demasiada (bem característica dos novos ricos), ele representa aqueles que ascenderam socialmente e que querem ir ainda mais além. E isso é bom, inspira uma geração a caminhar por caminhos mais corretos.

No fim dessa análise, é preciso ressaltar que o jogador é autêntico nos seus gostos, nas suas escolhas. Não é possível dizer que ele force a barra para santificar sua imagem. Ele é excêntrico, gosta de pagode e de muita curtição. Um herói bem brasileiro, com suas dificuldades e defeitos bem expostos.

Mesmo assim, talvez seja a autenticidade do Neymar a grande lição que ele ensina aos homens brasileiros. Seguro de quem ele é, de que investir na aparência traz muito retorno pessoal e financeiro ($$$$), ele faz o que lhe dá na telha. É capaz de dormir com o cabelo descolorido e no dia seguinte raspá-lo e pintá-lo de preto. Faz o que quer e nem por isso é menos homem.

Anúncios

There are 3 comments

    1. suspensoriomasculino

      Oi, Leandro,

      Entendo bem as tuas preocupações. Estamos em um País que precisa de mais estudantes, mais pesquisadores, mais intelectuais.

      No entanto, é preciso lembrar que Beckham e Cristiano Ronaldo não são “heróis” ingleses e portugueses, respectivamente, por sua inteligência. São por suas popularidades. Assim como o Neymar é um “herói” por sua popularidade.

      Se hoje fosse possível colocarmos Osvaldo Cruz como garoto propaganda de uma marca qualquer de cuecas e deixássemos o Neymar como garoto da Lupo, pode ter certeza de que Neymar venderia muito mais cuecas. Porque ele é mais popular, porque ele influência uma geração de garotos que se inspiram nele, porque ele é o herói dessas pessoas.

      A ideia desse post foi exatamente essa: constatar porque ele é um garoto propaganda tão requisitado e eficiente. Não defendo que alguém siga ou não siga o exemplo dele, mas se sairmos na rua agora e perguntarmos para esses garotos que curtem futebol quem eles gostariam de ser, com certeza já temos uma ideia de qual seria a resposta. E no nosso País isso mobiliza um poder de marketing e de vendas incrível. É difícil, nessa nossa terra, um intelectual inspirar outros homens a seguir seu estilo. Os homens daqui preferem outro perfil de herói.

      Valeu pela tua consideração.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s