O dublê de David Beckham

Quem de nós nunca quis ter um dublê? Quem nunca se sentiu inseguro em relação ao próprio corpo ou à própria imagem? Duas perguntinhas bem simples e não sobrou um machão para jogar a primeira pedra no David Beckham.

Beckham posa para a campanha da H&M

Beckham posa para a campanha da H&M

O Brasil está em estado de Carnaval e por isso o seu Facebook e o seu Twitter não foram invadidos por uma série de piadinhas alastrando a notícia de que a H&M admitiu oficialmente ter usado um dublê de corpo (pasmem) para algumas cenas que o jogador fez para a nova campanha de underwear da rede sueca. Não fosse a festa pagã, você estaria agora lembrando de uma série de tiradinhas sarcásticas feitas nas redes por gente com muito tempo e pouca capacidade cognitiva.

Inicialmente, a empresa bem que tentou negar o boato, mas os internautas perceberam que as tatuagens do jogador simplesmente sumiam no vídeo em alguns momentos (sim, amador, eu sei!). Era tarde e inegável. Era hora de admitir o fato.

Assista ao comercial

No comunicado, a H&M não especificou o motivo de precisar usar um dublê para um cara que é ícone de estilo, de fôlego, de beleza e de corpo sarado em um comercial cuja cena mais perigosa é o Beckham dando de cara com um ônibus cheio de velinhas loucas para arrancar a sua cueca.
Por isso, não temos como saber se essa foi uma escolha da direção do filme ou do próprio jogador. Cá entre nós, torço muito para que tenha sido um ataque de nervos e de insegurança do Beckham.

Se a minha teoria se confirmar, caro leitor amigo, todos nós estaremos livres para nos sentir inseguros também e isso é maravilhoso. Se o D A V I D   B E C K H A M, com toda a grana e com todo o capital simbólico que giram em torno dele, pode se olhar no espelho e se sentir hesitante, nós também podemos e não precisamos nos sentir diminuídos por isso.

Se o Beckham inveja o corpo, o fôlego ou sei lá o que de um anônimo que não sabemos quem é (a H&M jura de pé junto que o nome do dublê jamais será descoberto), nós, reles mortais, também podemos fazer esse tipo de comparação.

E não se engane, não é o fim do mundo olhar para outro cara e pensar: “filho da pauta, porque esse cabelo fica bem em ti e não em mim?” ou “olha o abdômen daquele cara. Coitado não conhece o prazer de comer chocolate”. O Beckham faz isso, meu amigo, então relaxa.
Não será por sua insegurança que você perderá o título de macho alfa, pelo contrário. Admitir-se com algumas fraquezas nos torna mais humanos e nos prova que no fundo, bem lá no fundo, invejamos a perfeição alheia e essa, como nos ensinam o Beckham e o seu dublê anônimo, é bem relativa.

Agora, a pergunta que não quer calar: a bunda desatochada aqui é do Beckham ou do sósia?

Agora, a pergunta que não quer calar: a bunda desatochada aqui é do Beckham ou do sósia?

Você pode gostar também de:

Os cortes de cabelo de Beckham

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s