Ryan Gosling: um ator discreto

Ryan Gosling vem construindo, nos últimos 15 anos, sua reputação de galã e de bom moço. Ele começou a carreira artística ainda criança, ajudando Mickey Mouse na TV, mas seu objetivo sempre foi o cinema. Chegou lá em 2001, com Tolerância Zero, onde interpreta um assassino cruel.

Ryan na Revista GQ

Ryan na Revista GQ

O mais interessante na história desse jovem ator canadense é que ele fez uma opção clara para sua carreira. Queria, antes de tudo, provar seu talento. Só depois começou a projetar sua figura pública.

É incrível a diferença entre as atuações de Ryan em Tolerância Zero, o marco de sua carreira, e em Caça aos Gângsteres, produção que estreou hoje no Brasil e que retrata, em figurinos e locações deslumbrantes, a Los Aneles dos anos 1940. No primeiro, um ator visceral e sem escrúpulos se entrega totalmente às necessidades do seu personagem. No último, um ator que, consciente da sua fama e do título de galã que ostenta, faz uma atuação comedida, cheia de charme e de chavões, embora seu personagem seja bastante ambíguo e careça de muito mais verdade para se sustentar na tela.

Em Tolerância Zero, o ator se despe de toda a vaidade

Em Tolerância Zero, o ator se despe de toda a vaidade

A impressão que fica é que Ryan está jogando para a torcida, a feminina, claro, que se apaixonou por ele em produções como Diário de Uma Paixão (2004), onde ele exibe um físico invejável e uma atuação deficiente.

Você curtirá também:
Os cortes de cabelo do (aposentado) Beckham
Daniel Craig: o amadurecimento de um estilo pessoal
Mariano Di Vaio: o italiano que conquistou a moda masculina europeia
Adam Levine: estilo e simplicidade em harmonia

Antes de gozar da fama em comédias românticas, ele passou por produções como Cálculo Mortal (2002) e O Mundo de Leland (2003) onde interpretou personagens desajustados e fora de foco, sempre com muito talento e domínio do que fazia.

Ryan em Caça aos Gângsteres

Ryan em
Caça aos Gângsteres

A partir da fase mais açucarada de sua carreira, Ryan começa a se tornar uma “celebridade copiável”, ou seja, comercial. E na onda do bom moço ele faz aparições com um estilo mais “o genro que toda sogra pediu a Deus” e assim, ele adota prefere looks bem causais, abusando dos tons claros, das roupas mais ajustadas (para valorizar a malhação) e de acessórios que o deixam com ar ainda mais descontraído como mochilas, fones de ouvido, relógios e pulseiras coloridas.

O ator em um passeio. look casual e imagem de bom moço

O ator em um passeio. Look casual e imagem de bom moço

Se você não é muito chegado em ousadia e não gosta muito de chamar a atenção em todos os lugares, Ryan é um exemplo bacana a se seguir e, assim, fazer tudo dentro da cartilha e, de quebra, conquistar a família da noiva.

Assista ao trailer de Tolerância Zero

Assista ao trailer de Caça aos Gângsteres

Anúncios

There are 6 comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s